Notícias

postado em
07.06.2016

categoria(s)
Institucional

compartilhar

Mercado Imobiliário Tem Reaquecimento em Meio a Crise

O mercado econômico e o mercado imobiliário costumam caminhar de mãos dadas, por isso, nos últimos 5 anos as altas da economia brasileira resultaram em uma grande atividade no mercado de imóveis. Nesse período, segundo o Banco de Compensações Internacionais, a valorização imobiliária chegou a 121%. No entanto, com instabilidade política e crise econômica em 2015, as vendas e construções de imóveis registraram uma queda que acompanhou a economia. A expectativa para 2016 e anos que seguirão, entretanto, é de crescimento ou pelo menos estabilização. 

Apesar do momento de instabilidade que se encontra o país, o desejo da casa própria ainda é forte na maioria dos brasileiros, sendo uma meta na vida de muitas pessoas. Mesmo com a crise político-econômica que o Brasil vem enfrentando, pesquisa da Fiesp aponta vendas de imóveis promissoras. Ainda segundo a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), o país tem uma perspectiva projetada de investimento de R$ 4,5 trilhões em infraestrutura até 2022. 

Mesmo com a crise, os consumidores estão com boas expectativas em relação a novas aquisições, segundo o site de dados do mercado imobiliário VivaReal, 63% das pessoas entrevistadas na pesquisa do site esperam que a margem de negociação melhore e 36% pretende adquirir um imóvel em 2016. 

Só no primeiro trimestre de 2016, a Ecocil atingiu o recorde histórico, nesse período, em que o resultado chegou a 35 milhões de reais! Aproveite as ótimas oportunidades para garantir o seu imóvel próprio com a qualidade e segurança Ecocil. Conheça nossos empreendimentos: www.ecocil.com.br

Fonte: Sienge